sexta-feira, 9 de março de 2012

Maná Cubiu: o fruto da saúde

Ele é conhecido como Maná-Cubiu na Região Sudeste do Brasil, Cubiu na Região Amazônica, Topiro ou Tupiro no Peru, Cocona na Venezuela, Tomate de Índio no Nordeste brasileiro e Oricono Apple ou Peach Tomato nos países de língua inglesa. 
Este fruto, originário da Amazônia Ocidental e domesticado há séculos pelos índios pré-colombianos, vem sendo estudado há 18 anos pelo Cientista e Pesquisador Professor Dr. Danilo Fernandes da Silva Filho e há 25 anos pelo INPA (Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia), orgão do Ministério da Ciência e Tecnologia.  


Amigo da Saúde

Por conter um alto teor de Niacina (vitamina B3), o Maná-Cubiu pode ser considerado uma fruta de poderes medicinais, pois ajuda a combater o colesterol e é útil no tratamento da anemia, pressão alta, enxaqueca e depressão. Em muitas regiões é usado como tônico sexual.
Além da Niacina o Maná-Cubiu é muito rico em fibras, fósforo, Vitamina C e pectina. 

Niacina 
Solúvel em água, é um dos membros da família do complexo B, conhecida como B3, normalmente medida em miligramas (mg).
Utilizando o aminoácido triptofano, o organismo é capaz de sintetizar sua própria niacina.
Uma pessoa cujo organismo é deficiente em B1, B2 e B3 não será capaz de produzir niacina à partir do triptofano. A falta de niacina pode causar mudanças negativas na personalidade. 

A necessidade diária recomendada para adultos, de acordo com o Conselho Nacional de Pesquisas dos EUA, é de 13mg à 19mg. Essencial para a síntese dos hormônios sexuais (estrógeno, progesterona e testosterona), bem como da cortisona, tiroxina e insulina. Necessária para um sistema nervoso saudável e para as funções cerebrais. 

Fonte: INPA, Revista Escala Rural e Livro de Ciências Nutricionais


Nenhum comentário: