sábado, 28 de junho de 2014

"Pílula de tomate" traz benefícios para pacientes com doença cardiovascular

  • Getty Images
    O licopeno, substância encontrada no tomate, ajudou a melhorar o alargamento dos vasos sanguíneos, segundo estudo da Universidade de Cambridge
    O licopeno, substância encontrada no tomate, ajudou a melhorar o alargamento dos vasos sanguíneos, segundo estudo da Universidade de Cambridge
Um suplemento diário retirado de uma substância encontrada no tomate pode melhorar a função dos vasos sanguíneos em pacientes com doença cardiovascular. É o que revela um estudo realizado na Universidade de Cambridge, no Reino Unido, e publicado na revista PLOS One.
Outros estudos já relacionaram o licopeno, substância presente no tomate, com a redução do risco de desenvolver doenças cardiovasculares. No entanto, a nova pesquisa avaliou seus efeitos na função dos vasos sanguíneos localizados no antebraço, que dão indícios se o paciente desenvolverá problemas vasculares ou não.
Trinta e seis pacientes com doenças cardiovasculares e 36 voluntários saudáveis participaram do estudo. Os voluntários receberam um suplemento com sete miligramas de licopeno ou um tratamento com placebo.
Os pacientes com doença cardiovascular tomaram estatinas, medicamentos com a função de baixar o colesterol. No entanto, eles ainda apresentaram a função prejudicada do endotélio - o revestimento interno dos vasos sanguíneos - em comparação com os voluntários saudáveis. Ter um endotélio saudável é um fator importante para prevenir a evolução das doenças cardíacas.
Os pesquisadores descobriram que a suplementação oral com sete miligramas de licopeno melhorou a função endotelial dos pacientes com doenças cardiovasculares, mas não fez efeito algum nos voluntários saudáveis.
O licopeno melhorou em 53% o alargamento dos vasos sanguíneos em comparação com os pacientes que foram tratados com o placebo. O resultado foi considerado pelos estudiosos como positivo, já que a constrição dos vasos sanguíneos é um dos principais fatores que pode levar a ataques cardíacos e derrames.
O estudo constatou que o suplemento não teve qualquer efeito sobre a pressão arterial, a rigidez arterial e os níveis de lipídios.
"Nós mostramos claramente que o licopeno melhora a função dos vasos sanguíneos em pacientes com doenças cardiovasculares", afirma Joseph Cheriyan, professor da universidade e um dos autores do estudo.
"Isso reforça a necessidade de uma dieta saudável em pessoas com risco de doenças cardíacas e acidente vascular cerebral. A 'pílula de tomate' não é um substituto para outros tratamentos, mas pode fornecer benefícios adicionais. Entretanto, seriam precisos mais estudos para verificar se ela é capaz de reduzir doenças cardíacas", completa Cheriyan.

domingo, 15 de junho de 2014

Conheça o chá da barriga sequinha

O chá gengibre cravo e canela é a sensação do momento! Além de ajudar no processo de emagrecimento, a combinação de gengibre, cravo e canela aumenta a disposição geral, deixando a pessoa mais animada e ativa para os exercícios físicos e tarefas da rotina", destaca a nutricionista Talitta Maciel, da clínica Espaço Reeducação Alimentar. A especialista explica, ingrediente por ingrediente, o poder desse chá no combate à gordura, principalmente na temível região abdominal. Confira:


Gengibre
É termogênico, ou seja, faz aumentar o gasto de calorias e estimula o metabolismo a utilizar as reservas de gordura, impedindo seu acúmulo e o ganho de peso.

Cravo
Estimula o fluxo sanguíneo e aumenta a produção de saliva, contribuindo com a digestão, principalmente dos carboidratos. Diminui os gases intestinais, melhorando o inchaço abdominal e, portanto, reduzindo as medidas dessa região.

Canela
É termogênica. Age no organismo da mesma forma que o gengibre: aumenta o processo metabólico e o gasto calórico durante a digestão. Além disso, tem ação anti-inflamatória, o que contribui para a perda de peso, já que a gordura é um quadro de inflamação crônica. Seu uso também está associado com a diminuição do desejo por doces e carboidratos.

segunda-feira, 2 de junho de 2014

Orégano: essa erva era a "alegria da montanha" dos gregos

O orégano (Origanum vulgaris), aquela erva aromática infalível nas pizzas, é considerada um tônico para o aparelho digestivo, pois seu forte e inconfundível aroma, o sabor amarguinho e picante resultam do seu óleo essencial, composto por cervacol, cimeno, linalol e tanino que garantem as propriedades digestivas. A erva também é usada em infusão para tratar problemas como tosse, bronquite e cólicas intestinais.

Estas propriedades eram bem conhecidas pelo antigo povo romano, que difundiu o uso do orégano por todo o seu império. Tanto isso é verdade, que hoje ele é um dos temperos mais adicionados em pratos típicos da cozinha italiana, como molhos de tomate, berinjela à parmegiana, massas e, é claro, pizzas. 

Na Grécia Antiga, esta erva também era valorizada. A palavra orégano (de Origanum) tem origem grega e significa “alegria da montanha”. Para os gregos, a erva tinha o poder mágico de trazer felicidade.

Cultive o seu! A www.lojadojardim.com tem à disposição o Kit Cultivar em Casa - Orégano - completinho, pra você ter esta erva sempre por perto!